Realizando um sonho!

Direi do Senhor: Ele é meu Deus, meu refúgio e minha fortaleza, e nEle confiarei. Meu amor... Nunca trocamos um olhar... mas posso sentir o seu coração! Nunca senti o toque delicado da sua pele... Mas sinto a sutileza de sua vida a cada minuto! Nunca ouvi o doce da sua voz... mas para nós palavras não são necessárias! Nunca me beijaste... Mas sinto entre nós uma ligação eterna e tão profunda que é inutil tentar descrevê-la! Sonho com o dia que irei segura-lo em meus braços, te dar todo o meu carinho e finalmente conhecer o seu sorriso...

terça-feira, 27 de março de 2012

Previna-se das doenças de outono

Com o tempo mais frio e seco, as crianças ficam mais vulneráveis a desenvolver uma série de doenças alérgicas e infecciosas. Rinite, conjutivite, dermatite, asma, amidalite, otite, laringite, gripes, resfriados, pneumonia, bronquite e meningites virais e bacterianas. A lista é grande, mas com alguns cuidados é possível manter seus filhos saudáveis quando o calor se for.

De acordo com a alergista e pneumologista infantil Francisa Rosângela Castro, as doenças alérgicas são desencadeadas por estímulos externos. “A poluição fica mais acentuada nessa época do ano. O ar fica mais seco graças à redução das chuvas”, diz a especialista. Crianças que sofrem de asma ou rinite alérgica precisam ficar em ambientes arejados. “O confinamento é o principal fator de desencadeamento das crises”, explica a médica.

Ainda assim, as crises não devem causar pânico. “Os pais devem ter um plano de ação emergencial traçado pelo seu médico. Com as medidas iniciais já tomadas, a piora da criança é evitada, dando tempo aos pais de levá-la ao médico de forma mais tranquila”, ensina a pneumologista. Em caso de doença infecciosa, como viroses ou mesmo infecções bacterianas, a criança vai apresentar sintomas como febre e alteração do seu estado geral. “Ela deverá ser examinada com urgência para um diagnóstico e tratamento adequados”, avisa a especialista.

A prevenção, segundo ela, continua sendo o melhor remédio. “O controle do ambiente deve ser parte do tratamento, além da ação medicamentosa. Utilize aspirador de pó no lugar das vassouras. Colchões e travesseiros precisam ser cobertos com capas protetoras. As janelas precisam estar bem abertas, para que a casa fique arejada. Evite o acúmulo de livros ou bichos de pelúcia no quarto das crianças e aposente cobertores e agasalhos de lã. Opte por tecidos de algodão”, recomenda.

Algumas medidas listadas pela pneumologista ajudam a manter seu filho saudável nessa época do ano:

- Amamente seu filho
- Mantenha os ambientes ventilados
- Não fumar dentro de casa
- Use umidificadores com moderação, para evitar a baixa umidade do ar
- Vacine seus filhos contra gripe (Influenza), alguns tipos de bactérias, como as causadoras da pneumonia (pneumococo) e as causadoras de meningite (meningococo)
- Evite exposição ao frio intenso
- Mantenha a casa livre de pó, poluição, cheiros fortes e mofo
- Lave as mãos frequentemente
- Beba muito liquído

2 comentários:

Alice e Jairton disse...

É pegar uma coisinha assim ngm merece! Eu bem no comecinho da minha gestação peguei uma gripe terrível...
Beijinhos e ótimas dicas

Operação Bebê da Si disse...

Ótimas dicas.

Bjos