Realizando um sonho!

Direi do Senhor: Ele é meu Deus, meu refúgio e minha fortaleza, e nEle confiarei. Meu amor... Nunca trocamos um olhar... mas posso sentir o seu coração! Nunca senti o toque delicado da sua pele... Mas sinto a sutileza de sua vida a cada minuto! Nunca ouvi o doce da sua voz... mas para nós palavras não são necessárias! Nunca me beijaste... Mas sinto entre nós uma ligação eterna e tão profunda que é inutil tentar descrevê-la! Sonho com o dia que irei segura-lo em meus braços, te dar todo o meu carinho e finalmente conhecer o seu sorriso...

domingo, 11 de setembro de 2011

Fina Estampa e FIV

Não sei se vocês assistem novelas, de vez em quando eu assisto. Geralmente meu critério para acompanhar são os atores que vão contracenar, mas há certos temas que me interessam...
Bem, o que vem ao caso não é se assisto, se gosto ou não de novelas. O caso aqui é a cena do dia 09/09 de Fina Estampa: Ter ou não ter filhos com próprios óvulos depois dos 40.
Eu achei um absurdo a forma que foi abordado o assunto. Eu não acompanho a novela, mas vi o link do episódio, onde a médica afirma ser antiético profissionalmente uma mulher de 44 anos engravidar com os próprios óvulos.
Ora! Isso é um balde de água gelada nas mulheres com mais de 40 anos que estão em busca da maternidade. Difícil, sim, é muito difícil, mas não é impossível.
A médica foi muito taxativa, tudo bem que na maioria dos casos realmente só através da ovo-recepção, mas eu acho que seria válido a médica afirmar que a paciente só poderia partir pra uma gravidez com óvulos doados porque os exames demonstraram não haver mais produção de óvulos bons o suficiente e não porque ela já tinha 44 anos.
Minha mãe quando me gerou há 37 anos atrás, tinha 42 anos e meu pai já tava na faixa dos sessenta. Não houve médico pra dizer que era impossível, que seria de risco e coisa assim. Depois de mim, minha mãe ainda engravidou, mas não foi adiante.
Minha tia, aos 42 anos de idade deu à luz a sua primeira e única filha, sendo que ela pensava ser infértil, já que tinha ficado mais de 10 anos de casada e nunca engravidou, separou-se e apenas num acontecido, ou seja, uma noite apenas, engravidou e hoje minha prima está aí com 16 anos, super inteligente e sem nenhum problema de saúde.
Eu penso que o autor deveria antes de lançar um tema, pesquisar um pouquinho mais. Ouvir pessoas que passaram por situações semelhantes. Conversar com quem entende...
Outra coisa, esse mundo da infertilidade é muito amplo, e não adianta chegar e mostrar que ela vai engravidar na primeira tentativa, levando muitas a acreditar que é um processo fácil. Não é fácil.
Passamos por um estresse imenso, desde a indicação da FIV até o tão sonhado positivo.
Conseguir de primeira? É claro que consegue, mas não é 100% das pessoas que tentam que conseguem de primeira. Manter a gestação é fácil? Não, não é fácil. Afinal temos que passar o primeiro trimestre nos injetando de hormônios, que na gravidez natural seria produzida pelo próprio organismo. Então, o universo das mulheres que passam por uma Reprodução Assistida é muito complexo, e vem um "medica" e joga a bomba de que mulher de 44 anos só poderá ter filhos com óvulos doados, ah, isso não.
Desculpem-me, mas é minha opinião. Se querem debater o assunto, pelo menos digam as causas e efeitos e o porque defendem tal opinião. Só dizer que ela não pode é que não dá.

http://finaestampa.globo.com/capitulo/dagmar-comenta-com-quinze-que-teodora-esta-voltando-para-o-brasil.html#cenas/1625717

4 comentários:

Marina disse...

é muito dificil falar sobre isso, eu não me arrisco haha, beijos gata ;)

Lu Fernandes-futura mamãe de Vinnicius e/ou Anna Luísa disse...

É difícil mesmo, por isso continuo afirmando que o autor devia pesquisar com quem entende do assunto pra não passar informações erradas.
Só um acompanhamento com um especialista e depois de uma bateria de exames é que se chega a um diagnóstico. Bjoks

Anônimo disse...

Eu tambem, tive um bebê lindo e saudável aos 42 anos, e estava gravida de gêmeos. Só q perdi um no inicio da gestação, pois tive um hematoma do lado esquerdo no útero. Hoje tenho 5 filhos e 44 anos, e sonho ter mais um. Os três ultimos foi por FIV. Quem quer ter filhos, tem q passar por exames e consultar um médico, e não ficar assistindo besteiras na TV. Abraços

Claudia disse...

Essa pessoa chamada Marina nem deveria ter postado esse comemtário vazio, que não acrescenta nada a ninguém!!" Eu não me arrisco gata"... Então pra que opinou? Perdeu a chance de ficar vendo a novela das 8.. Hahaha...Besta!